BOLÍVIA – NÃO É SÓ PERRENGUE

by Mari Mesquita
Oi amores!!!
Quem me acompanha no Instagram, sabe que estive na Bolívia. Foi um tour de 40 dias incríveis cheios de aprendizado. Eu poderia contar diversos perrengues, aliás se você pesquisar sobre a Bolívia no google a lista de perrengues é infinita. No entanto prefiro contar um ponto de vista positivo sobre o país. E claro com uma dose de situações inesperadas.

Santa Cruz de La Sierra – segunda capital da Bolívia. 

A capital oficial se chama Sucre.

A cidade é enorme, cerca de 1.454.539 habitantes.
Um misto de modernidade e simplicidade. De shoppings caros como o Ventura e restaurantes bombados como Hard Rock Café e bibocas com culinária local e pequenos restaurantes de rua. Pessoas hospitaleiras que gostam de uma boa conversa e trânsito da China!!! É sério!! Mas não vi nenhum acidente!
Partindo do principio que eu não falava espanhol, mas, atualmente falo um portunhol arretado… a experiência foi dahora!!!!!!
Não existe ônibus convencionais em Santa Cruz de la Sierra. Os micro-ônibus reinam em SCZ.  Porém são sempre lotados e dificilmente você consegue se sentar. Mas, a condução é barata. Cerca de 2 bolivianos. Um real e pouqinho. As truffs que são vans que só transportam pessoas sentadas custam 3,50 bob. Não serei exata nos valores em reais por causa da cotação diária.

Muitos brasileiros moram em SCZ e cursam medicina. Cerca de 1200  bobs mensais. O que explica porque tropeçamos em brasileiros por lá. São três faculdades de medicina, e pelo que parece não precisa nem de vestibular. Pagou, entrou!
Outra coisa interessante é a culinária. Tem um post bem aqui só de “comidinhas da terra”. – Um leve sarcasmo sobre uma coleguinha que não vem ao caso. Bolivianos amam batata e frango. Papas e pollo ( se diz polho). Além de amendoim, queijo, milho e mandioca.

A Bolívia é o único lugar do mundo que o litro da coca-cola é tão barata quanto a água! Não viajei o mundo mas, pesquiso que é uma beleza!
Muito se fala que a Bolívia é um país sujo. Com limitações no que diz respeito a higiene. Sou obrigada a concordar que alguns locais deixaram a desejar. Mas no geral, pelo menos onde andei e os restaurantes que comi não vi nada que me enojasse.
Se você pretende ir a Bolívia, em Santa Cruz de la Tierra, tenho algumas dicas. Sim você leu la Tierra. O vento é muito forte e você volta pra casa cheia de terra em todos os cantos do corpo.

Leve casacos, pois o clima muda de uma hora pra outra.
Sapatos confortáveis. Existem trilhas como o Samaipata que vale a pena ser visitado.
Troque seu dinheiro na fronteira ou em casa de cãmbio. Pessoas que trocam dinheiro na rua costumam dar notas falsas…vai saber… melhor não arriscar.
Faça um roteiro dos lugares a serem visitados, mas, deixe sua lista bem flexível. Existem locais que só os moradores conhecem como mercados e lojinhas que são top de linha como diz um novo amigo  nosso, brasileiro que mora na Bolívia com a família.
A Bolívia tem lugares muito bonitos, uma história rica e cultura histórica bem interessante.
Vai pra Bolívia você também!
Beijos!!!

Que tal ler?

Leave a Comment