Oi gente linda!!!
Já olhou no seu armário?
Dando uma olhada no meu, cheguei a conclusão que preciso ser mais consciente nas minhas escolhas. Durante muito tempo eu achava que valia a pena comprar peças baratinhas e ter variedade. Mas, com o passar do tempo percebi que as coisas não são bem assim. Um look baratinho pode ser bem durável e prático, coisas caras podem ser descartáveis. A questão é... estou investindo meu dinheiro da forma correta?


Eu já tive o armário abarrotado de roupas e  não tinha nada pra vestir. Atualmente tenho um número reduzido, mas, continuo sem saber combinar os looks. O que há de errado então?

Pesquisando por aí cheguei a conclusão que o menos é mais. E olhando nos meus cabides descobri uma infinidade de peças, não gosto, não me servem, não combinam com meu estilo ( seja ele qual for), não ficam bem no meu corpo e pra concluir precisam ser manipulados por uma pinça, porque estão muito velhinhos.

Ah, Mari...você vai jogar tudo fora? 
Calma.... o processo é lento e não tenho grana para um personal stylist. 
Quero desafiar você a participar comigo de um desfio pessoal.

Mudar a forma de pensar nos hábitos de consumo.


Vou explicar o que pretendo fazer....



1- Fazer a limpa no armário. Isso inclui acessórios, calçados e itens da casa toda. Tenho certeza que vou me surpreender com a quantidade de coisas que tenho e que não uso pelas razões que já mencionei no início do post.

2- O que eu tiver dúvidas se devo me desfazer ou não... vou encaixotar. Sim, encaixotar, guardar em uma gaveta, ensacar, tirar da vista. Tentar viver sem essa peça por alguns meses ou quem sabe até o fim do ano. ( 8 meses que faltam, não é tão absurdo assim).

3- Separar o que posso customizar... isso é bem legal. Mudar a cara da peça não pesa no bolso. E mostra que você é criativa e valoriza seu dinheiro.

4- Comprar coisas novas? Pode, porque não. Desde que seja inevitável. Exemplo: sapatilha preta. Básica. Tem que ter.

5- Preciso emagrecer!!! Tipo eu. Excelente. Separar as peças que não servem ou não favorecem pode te ajudar a criar metas para seu peso. E quem sabe resgatar aquele jeans encaixotado no final do ano?

6- Não impor essa mudança. Isso é entre você e você. Sugeri esse desafio, mas, respeito quem prefere não participar. Sou eu que quero mudar minha visão das coisas, ok?

7- Pense no dinheiro que vai economizar a curto e longo prazo. 
A curto prazo: não terá gastos desnecessários, e caso você compre algo caro, não terá culpa, afinal, você não gasta mais com bobagens certo?

8- Coloque uma meta. Após tal data.... vou comprar tal coisa. Vou viajar. Vou investir em ações na bolsa de valores, hahaha. Altos projetos.

9 - Trocar peças com as amigas. Já tenho esse hábito desde a adolescência. Não me serve? Troco com a amiga. 

Então, vamos lá. Mão na massa. Ou melhor nas gavetas e cabides. 
O menos é mais.
Um beijo!!!!